Segundo o comunicado do MAISines, o candidato tem 68 anos, é natural de Beja mas sempre esteve ligado a Sines, por ser a terra da sua mãe. É reformado, tendo desempenhado funções profissionais no Complexo Petroquímico entre 1978 e 2019.

No seu percurso político foi deputado municipal durante dois mandatos de quatro anos e vereador durante também em dois mandatos, ao longo de 8 anos.

Nestes mandatos, e apesar de ser vereador em regime de não permanência, aceitou sempre a responsabilidade de ter pelouros. No campo associativo, foi durante três anos e meio Comandante dos Bombeiros Voluntários de Sines, função que muito o honra.

No comunicado enviado à Rádio Sines pelo Movimento, Manuel Lança afirma que "não é a primeira vez que estou na condição de candidato a um órgão autárquico. Tentei sempre e penso ter conseguido dignificar as funções para que fui eleito. Agora entendi aceitar o desafio de encabeçar a lista do Movimento MAISines. É motivador verificar o envolvimento de muitos jovens neste movimento, o que faz supor continuidade na defesa do futuro de Sines. O MAISines constitui por isso uma oportunidade para a afirmação da juventude, no processo de decisão do futuro de Sines, dos Sineenses e dos Portocovenses, o que muito me satisfaz. A Assembleia Municipal, como órgão fiscalizador da atividade da Câmara Municipal, é o Parlamento Local, onde todos os eleitos e munícipes podem e devem expressar a sua opinião. Neste sentido tudo farei para dignificar a Assembleia Municipal e trazer a debate democrático tudo o que verdadeiramente interessar para a afirmação de Sines e dos seus munícipes, quer no plano local, regional, nacional e internacional. Quem Ama Cuida. MAISines sempre."