Segundo o comunicado enviado pelo Bloco de Esquerda, Rosa Silva tem 63 anos e há mais de 40 anos que vive em Vila Nova de Santo André.

A candidata é professora, e foi por essa circunstância que aqui se fixou, em Santo André, onde os seus filhos cresceram, estudaram e criaram raízes.

A nível profissional exerceu todos os cargos inerentes, e foi durante muitos anos dirigente sindical.

Foi membro da Assembleia de Freguesia de Santo André durante 4 anos, e no último ano da Assembleia Municipal de Santiago do Cacém.

A candidata refere que “subscreve e pratica os valores da igualdade, da solidariedade, do respeito pelo próximo, pelos animais e pelo ambiente”.

“Esta é uma candidatura com uma proposta ecológica e social, numa perspetiva ecossocialista para a freguesia, que valoriza a participação cidadã e o reforço da autonomia da freguesia face ao centralismo da câmara municipal no que concerne à transferência de competências”.