Os bombeiros foram chamados, cerca das 10h47, para transportar uma grávida "com contrações no seu domicílio" em Sines.

Iniciado o transporte para a maternidade do hospital de Setúbal, a mulher entrou em trabalho de parto e a motorista da ambulância "teve de encostar a ambulância", ao quilómetro 47, do IC33, para auxiliar a grávida.

A criança acabou por nascer cerca das 11h16 com a ajuda de duas bombeiras, depois do parto realizado, estas operacionais contaram com o apoio da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital do Litoral Alentejano (HLA)

As duas bombeiras, Sandra Sobral e Cheila Encarnação, mostraram-se "muito orgulhosas" pela realização do parto “que correu bem” e foi realizado "com todas as medidas de segurança devido à pandemia Covid-19”.

Após o parto, a mãe Inês de 28 anos e a filha recém-nascida que se vai chamar Carolina, foram transportadas para a maternidade do Hospital de São Bernardo, em Setúbal.