A terceira etapa da Volta ao Alentejo voltou a fazer-se sobre um calor abrasador, que chegou a atingir os 41 graus, ao longo dos 173,1 quilómetros que ligaram Alcácer do Sal a Mora.

Como tem sido habitual, as movimentações começaram cedo. Porém, a fuga do dia, com três elementos, só se estabeleceu quando o trio composto por Rúben Silva (Fortunna/Maia), Callum Ormiston e Tiano Silva (ProTouch) atacou no pelotão.

Os três corredores na frente da corrida chegaram a manter uma vantagem perto dos sete minutos, uma diferença que viria a diminuir progressivamente até aos quilómetros finais. Entretanto, no pelotão, a equipa do camisola amarela, Iúri Leitão (Tavfer-Measindot-Mortágua), liderava a perseguição aos fugitivos.

Com 100 quilómetros percorridos, Rúben Silva, que seguia na fuga, acabou por descolar e ser absorvido pelo pelotão. O mesmo aconteceria com Tiano da Silva, que deixou o colega Callum Ormiston sozinho na frente.

O corredor da ProTouch ainda tentou ir segurando a vantagem, mas o pelotão começava a acelerar, com colaboração entre a Tavfer-Measindot-Mortágua e a Caja Rural-Seguros RGA. À frente, juntou-se ainda a equipa da Efapel. 

A fuga terminou quando faltavam pouco mais de 20 quilómetros para o final, o que proporcionou, uma vez mais, uma chegada ao sprint, desta feita, em Mora. Depois de ter terminado ontem na segunda posição, Mikel Aristi (Euskatel-Euskadi) tentou surpreender os adversários e lançou-se ao ataque.

No entanto, Iúri Leitão estava atento. Saiu do pelotão, passou por Aristi e teve tempo para tudo até chegar à meta, vencendo com autoridade sobre o espanhol, que tornou a terminar na segunda posição. O terceiro lugar ficaria para o ciclista da Efapel, Luís Mendonça.

Com este resultado, Iúri Leitão mantém a liderança da geral e volta a partir de amarelo na etapa de amanhã. O corredor da Tavfer-Measindot-Mortágua também continua líder da classificação por pontos. Na segunda posição da geral está Mikel Aristi e em terceiro David Gonzalez (Caja Rural-Seguros RGA), todos com o mesmo tempo.

A camisola da montanha continua com Masahiro Ishigami (Nippo-Provence-PTS Conti) e a classificação geral da juventude é agora liderada pelo espanhol Oier Lazkano (Caja Rural-Seguros RGA).

Neste sábado temos jornada dupla na Volta ao Alentejo.  Uma etapa de montanha de 85 quilómetros, na parte da manhã, que vai ligar Monforte a Castelo de Vide, local onde, à tarde, terá lugar o contrarrelógio de 8,4 quilómetros.

Amanhã será, certamente, um dia decisivo para a classificação geral desta 38ª edição da Volta ao Alentejo.