“Foi possível observar e discutir algumas questões relacionadas com o projeto para o novo edifício de Aljezur, sendo que o mesmo se encontra a ser apreciado pelos serviços do Ministério da Administração Interna, que apontam para que o mesmo esteja pronto para finais de outubro, altura em que será assinado o contrato interministerial, para que a obra possa ser lançada a concurso, num custo de cerca de 1, 5 milhões de euros”, afirmou o autarca.

Outro assunto abordado, foi o da situação de impasse, que se mantém há cerca de 12 anos, da “permuta dos edifícios em Odeceixe e da situação de degradação acentuada do Edifício da Praia de Odeceixe, sendo necessário e urgente encontrar solução para esta situação” acrescentou José Gonçalves.

Segundo o autarca, “houve ainda oportunidade de abordar a situação dos meios no terreno, destas forças de segurança, que se inserem num território de extensa dimensão, com grande variação de população durante todo o ano, tornando a missão destes militares ainda mais exigente”.

Da parte do governo, “foi manifestada a preocupação e a disponibilidade na procura de soluções, que possam contribuir para aumentar a segurança de pessoas e bens do concelho”.