Assim, a partir de agora, passam a aplicar-se em Sines, Grândola e Odemira as seguintes regras específicas de controlo da pandemia. Recorde-se que o concelho de Odemira continua na quarta fase de desconfinamento.

O nível de risco elevado aplica-se aos concelhos que registem, pela segunda avaliação consecutiva, uma taxa de incidência superior a 120 casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 240 se forem concelhos de baixa densidade populacional).

As regras aplicáveis a estes concelhos de risco elevado são o teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam; restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22:30 (no interior com o máximo de seis pessoas por grupo e em esplanada com 10 pessoas por grupo), espetáculos culturais até às 22:30, casamentos e batizados com 50% da lotação, comércio a retalho alimentar e não alimentar até às 21:00, permissão de prática de todas as modalidades desportivas, sem público, permissão de prática de atividade física ao ar livre e em ginásios, eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.

Recorde-se que Portugal é um dos países onde tem vindo a crescer a incidência da variante Delta do vírus SARS-CoV-2, mais facilmente transmissível, o que obriga a uma cautela redobrada nos comportamentos individuais e coletivos.

A diminuição dos riscos, mesmo entre pessoas vacinadas ou em processo de vacinação, é, pois, fundamental para a saúde de todos e para a manutenção da atividade económica.